domingo, 21 de maio de 2017

Felizes os pobres de espírito

'Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus." Mateus 5:3

Pobreza é caracterizada por constante e incessante carência, dependência e extrema necessidade. O Senhor Jesus não se referia em seu sermão das bem aventuranças à pobreza financeira, especificamente. Mas fez o paralelo de tais características a um dos requisitos espirituais dos que com Ele viveriam: DEPENDÊNCIA ESPIRITUAL. Exímio pregador, a esmagadora maioria de Seus ouvintes eram humildes e pobres socialmente. Foi um discurso inteligente que tinha a intenção de facilitar o entendimento ao objetivo espiritual.

Quem tem extrema e incessante necessidade de Deus e o busca, encontrará lugar em Seu Reino. Ele jamais deixará em necessidade aos famintos de Sua presença!

sábado, 20 de maio de 2017

Seleção Musical Diante do Reino - N 004

Esta é a quarta edição da Seleção Musical Diante do Reino - 30 minutos de canções edificantes que selecionamos pra você.

Todo sábado uma nova edição da seleção será disponibilizada aqui no blog.

Clique em "play", ouça e edifique-se!

quarta-feira, 17 de maio de 2017

O significado mais profundo do louvor

O louvor é um rito importante no culto a Deus, seja ele particular ou público. Mas não se resume meramente a cânticos e músicas. O louvor não se resume a alguns minutos de belos e celestiais hinos de exaltação ao Altíssimo entoados entre quatro paredes de uma comunidade cristã.

Imagem relacionadaO significado mais profundo do louvor é o anúncio das maravilhas que Deus fez e pode fazer na vida das pessoas, através de nossa vida - e com um detalhe peculiar: fora da abrangência das quatro paredes de um templo. É fora do templo que o verdadeiro louvor precisa ser entoado. É fora do templo que vidas precisam ser alcançadas pelo Evangelho, por meio daqueles que conhecem a Deus. Isso é louvor!!!

Não existe coral ou instrumento musical que supere a agradabilidade do louvor que emitimos a Deus quando O servimos e fazemos conhecidas as Suas obras entre os que se encontram perdidos.

Se de fato fomos alcançados por Cristo temos a missão de sermos poderosos instrumentos de louvor. Ou seja: de anunciar o poder, plano e vontade de Deus na vida do nosso semelhante.

Sobre o louvor o Salmista diz "fazei conhecidas as suas obras" e "falai de todas as suas maravilhas":

"Louvai ao SENHOR, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos.
Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas.
Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao Senhor.
Buscai ao Senhor e a sua força; buscai a sua face continuamente.
Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca."
Salmos 105:1-5

domingo, 14 de maio de 2017

Diante do furor reaja com brandura

"A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." Provérbios 15:1

Num mundo de estresses e de estressados não é difícil sermos notificados por alguém de modo ríspido, grosseiro. Também não é fácil de nossa parte uma reação muito diferente. Mas diante destas situações a Palavra de Deus nos orienta a brandura como resposta para desviar o objetivo do estresse e dos seus atingidos: piorar e tempestuar ainda mais as relações.

sábado, 13 de maio de 2017

Seleção Musical Diante do Reino - N 003

Esta é a terceira edição da Seleção Musical Diante do Reino - 30 minutos de canções edificantes que selecionamos pra você.

Todo sábado uma nova edição da seleção será disponibilizada aqui no blog.

Clique em "play", ouça e edifique-se!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Atenção redobrada sobre as condutas de vida

Paulo sempre conclamava os novos convertidos a olharem sempre para Cristo e também para o testemunho pessoal de vida dele e dos seus companheiros de pregação (1 Tess. cap 1, ver 6), que renunciavam a tudo em função da subserviência ao Reino de Deus - eles viviam realmente uma vida reta, santa e contrita ao Senhor; e tinham bastante interesse que as pessoas em redor passassem a ter uma boa conduta e levassem muitas outras a terem bons procedimentos espirituais também.

Pode-se ter uma uma boa noção disto ao se ler o curto livro de 1 Tessalonicenses, por exemplo. Uma carta escrita por Paulo, Silvano e Timóteo (cap 1, ver 1) aos novos convertidos de Tessalônica.

Resultado de imagem para apostolo pauloTemos uma alta responsabilidade na qualidade de servos de Deus, pelo fato de muitas pessoas nos observarem como referências de fé. E se tivermos uma fé pautada em práticas, condutas e comportamentos nocivos? Quantas pessoas neófitas (principiantes na fé assim como muitos em Tessalônica) estaremos doutrinando incorretamente com base naquilo que transmitimos a elas? E quantos mais discípulos estas pessoas farão com base nos erros que observarem, aprenderem e imitarem de nós? Achando estarem "progredindo" com Deus elas estarão, na verdade, regressando e levando outras igualmente ao regresso.

"Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais." 1 Tessalonicenses 4:1

Aos que servem a Deus vale atenção redobrada sobre as condutas de vida. Temos naturalmente um poder de influência espiritual negativa ou positiva sobre as pessoas. Que este poder, na sua vida, caro leitor, seja usado para glorificar o nome de Deus e fazer com que outras vidas progridam na caminhada com Ele.

domingo, 7 de maio de 2017

Propriedade de Jesus!

Quando nos entregamos a Cristo passamos a ser propriedade exclusiva d'Ele - servo(a) exclusivo(a) d'Ele!

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido (propriedade exclusiva, comprada), para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;" 1 Pedro 2:9

Resultado de imagem para propriedadeNão somos mais propriedade do mundo, de nós mesmos, do diabo, dos homens e muito menos de suas instituições.

"Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens." 1 Coríntios 7:23

Enquanto o fardo de Jesus é leve, o dos homens chega a ser dolorido devido ao peso de tantos "enfeites", doutrinas extras e conceitos anti bíblicos.

Os religiosos da época de Jesus eram mestres em tentar transformar a beleza e leveza da presença de Jesus num fardo terrível de se carregar. Eles tiravam coisas, e incluíam outras "extras"... Queriam ter domínio sobre as pessoas.

Não é difícil observar a tentativa de muitos homens religiosos e instituições religiosas de nossos dias em querer que sejamos propriedade deles, dominados por eles... De tal modo que nenhum questionamento venha a ser exprimido, que apenas obedeçamos a absolutamente TUDO cegamente.

Quando deixamos o domínio humano e institucional sobrepor o domínio de Deus sobre nossas vidas, deixamos de ser ovelhas e servos. Passamos a ser bois, impensantes.

Devemos ter essa questão bem definida em nossa mente: SOMOS PROPRIEDADE DE JESUS. Sigamos os Seus passos, Sua Palavra, e o Caminho estreito d'Ele!

Doutrinas humanas e institucionais são sim QUESTIONÁVEIS!

E SAIBA: O PRÓPRIO DEUS (INFALÍVEL E INERRANTE) SE PERMITE SER QUESTIONADO (RESPEITOSAMENTE). SE ELE (TODO PODEROSO) SE PERMITE, PORQUE AS INSTITUIÇÕES E OS HOMENS SE ACHAM INERRANTES E INQUESTIONÁVEIS?

VAMOS A BÍBLIA???

JÓ QUESTIONOU A DEUS (JÓ 13:24). HABACUQUE  QUESTIONOU A DEUS (HABACUQUE 1:3). O PRÓPRIO SENHOR JESUS QUESTIONOU A DEUS (MATEUS 27:46). SE LERMOS O CONTEXTO DESSES VERSÍCULOS NÃO VEREMOS NENHUM TRECHO QUE DÊ A IMPRESSÃO DE QUE DEUS TENHA SE OFENDIDO COM TAIS QUESTIONAMENTOS.

PENSE LEITOR! DEUS NOS CONVIDA A PENSAR! NOS APROFUNDEMOS NO ESTUDO DA PALAVRA!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...