quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Murmuração: o empecilho da fé!

Resultado de imagem para murmuraçãoA fé nos impulsiona à luta, na crença de dias melhores mesmo que tudo esteja acabado aos olhos humanos; e sobretudo nos faz descansar na providência do Altíssimo. A murmuração nos leva a focarmos nas situações que ocorrem ao nosso redor, em algo negativo, elevando todas as circunstâncias a patamares acima do próprio Deus.

Durante a jornada pelo deserto muita gente passou a murmurar. E o resultado de tal situação serve para nos advertir nos dias atuais:

"E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor. Ora, todas essas coisas lhes sobrevieram como figuras (como exemplo), e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos. Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia." 1 Coríntios 10:10-12

A murmuração nos afasta da confiança em Deus, atrai coisas negativas sobre nossa vida, nos entrega às dúvidas, mata nossa fé e nos entrega de bandeja para o destruidor (o diabo).

A murmuração é o empecilho da fé! A neutraliza! É o pecado da ingratidão! Tira nosso foco daquilo que Deus já fez por nós e da confiança do que fará em Seu tempo, nos levando ao desespero e a uma vida focada no que é negativo.

Está de pé? Amém! Cuide-se! Vigie! Não deixe que a murmuração adentre em sua vida em sapatinhos de seda (ela sempre vem assim) e acabe pouco a pouco com sua comunhão (ligação, intimidade) com Deus!

Enquanto a murmuração nos aprisiona, nos derruba, nos fracassa e nos destrói, a fé... "é o FIRME fundamento (CERTEZA) das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." Hebreus 11:1

Em sua jornada com Deus pare de ficar reclamando e supervalorizando as coisas quando elas não acontecem do seu jeito. Reveja seus atos. Confie em Deus. Muitos caíram no passado e continuam caindo no presente. Não faça parte desta estatística. Não se entregue ao destruidor!

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Mantenha seus olhos em Deus!

Só mesmo a fé viva no Deus vivo para nos manter de pé mesmo quando tudo se torna contra nós. Paulo e Timóteo estavam imersos em um grande problema, foram praticamente linchados após libertarem pela autoridade do nome de Jesus uma mulher possuída por um espírito de adivinhação, o que frustrou aqueles que a usavam para ganhar dinheiro. Por causa disso se instaurou um problema que custaria a própria pele deles, literalmente. Era uma sessão de tortura. Os únicos que poderiam livrá-los eram as autoridades e magistrados, que já estavam inflados pelo mal e cometeram injustiça. Daí segue-se roupas rasgadas, pele chicoteada, mãos atadas, pés no tronco, prisão. Apesar disso eles louvavam a Deus com orações e hinos incessantes em meio ao tormento e no momento em que geralmente o emotivo coração nos leva aos pensamentos de tristeza, lamentação, fracasso e derrota (meia-noite). A resposta de Deus veio, as prisões se abriram.

"E, havendo-lhes dado muitos açoites, os lançaram na prisão, mandando ao carcereiro que os guardasse com segurança. O qual, tendo recebido tal ordem, os lançou no cárcere interior, e lhes segurou os pés no tronco. E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam." Atos 16:23-26

Sabe o que isso significa? Olhos fitos no Senhor e não nas desventuras. Quando colocamos os olhos nos problemas que se instauram contra nós eles crescem, se avolumam, ganham músculos, nos amedronta, coloca seu dedo em riste bem no nosso nariz e enfraquece nossa fé. Não é que devamos ignorar os problemas. Eles não ignoraram, mas lutaram colocando Deus como escudo.

Em meio a dificuldade você tem sucumbido a dúvida ou tem permanecido confiante? Tem orado ou murmurado?

Leia Atos 16! Medite nesta Palavra. Que por meio deste exemplo sua fé seja renovada em nome de Jesus para que você possa vencer todas as cadeias que surgirem em sua caminhada.

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

O lucro!

"Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho (lucro)." Filipenses 1:21

Esta certeza e convicção de Paulo não era fruto de emoção ou meras palavras ao vento. A presença de Jesus em nós pela ação do Espirito Santo nos destemoriza sobre a morte. Nos dá o descanso e a paz de que mesmo que nossos olhos físicos se fechem para este mundo passageiro, eles se abrirão espiritualmente para uma eternidade com o Senhor, por Sua Graça e Misericórdia.

Paulo chega a dizer sobre o prazer de sofrer pela pregação do Evangelho, mas que caso sua vida fosse interrompida naquele instante, estaria muito melhor (Filipenses 1:22-23)!

Ganho ou lucro são palavras que definem muito bem o que nos está sendo preparado no Céu. O que nos faz pensar também que é necessário investimento. Investir a vida na presença de Deus pode ter suas dores e sacrifícios mas resultará em glorioso lucro (salvação).

Aqui temos dores, tristezas, decepções, lágrimas... Já no Céu, diz a Palavra: "E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor." Apocalipse 21:4

"E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre." Apocalipse 22:5

Se você não tem esta paz a respeito da vida eterna, da salvação, busque-a em Jesus colocando sua vida totalmente em Sua presença, sem reservas, sem medo. Dê o primeiro passo e o Espírito Santo guiará sua caminhada até a eternidade.

Este mundo oferece prazeres mas com sérios prejuízos espirituais ao final.
A vida com Deus tem paz, com sacrifícios e renúncias, mas tem a viva e santa promessa da Salvação ao final. Aleluia! Use seu livre arbítrio em benefício de sua alma.

"E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória." 1 Coríntios 15:54

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

A importância do perdão

Podemos perceber nossa grave dificuldade de perdoar quando observamos o comportamento de um cão que após ser acidentalmente pisado logo vem abanando o rabo praticamente pedindo desculpas para quem o machucou. E detalhe: não muda seu carinho. Certamente ele se lembra do fato devido a dor, mas prefere viver olhando em diante. Um tapa na cara de animais racionais que na grande maioria das vezes dá o troco nos pisões e que tem à sua disposição a orientação divina:

"Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas." Mateus 6:14-15

Se está guardando mágoas ou ressentimentos de alguém, que tal procurar e perdoar esta pessoa, glorificando o nome de Jesus?

Incensatez é ter nossas orações interrompidas perante Deus por causa de uma mágoa alimentada...