domingo, 18 de fevereiro de 2018

Um detalhe sobre o ensino contra a apostasia...

Resultado de imagem para apostasia"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência." 1 Timóteo 4:1-2

Quando meditamos sobre esses versos sem o devido cuidado pensamos RASAMENTE nas pessoas que se afastaram das igrejas. Geralmente muitos cultos são assim direcionados: ou para pensarmos nos que se afastaram daquela denominação ou nos pregadores de outra agremiação no intuito de sermos "vacinados" contra os tais. Conclusões de pessoas que não estudam a Bíblia.

Primeiramente precisamos conhecer para quem foi escrito aquele texto para entendermos o contexto de tudo e chegarmos ao entendimento que Deus quer para nós.

A carta do apóstolo Paulo a Timóteo foi escrita para orientá-lo no pastoreio da igreja de Éfeso, para que ele alertasse o povo daquela igreja a manter a pureza do Evangelho e o cuidado contra os falsos ensinos que se alastravam desde aquela época. Pois já se levantavam homens que ensinavam coisas que lhe eram convenientes, coisas de espírito próprio e que não tinham NENHUM embasamento nas Escrituras.

Devemos estar atentos com a crescente apostasia (regresso da fé e dos ensinamentos bíblicos) de nossos dias, que se passa muitas vezes debaixo do nosso nariz, ou bem ao nosso lado, disfarçada e nos enganando sem que nos atentemos para tal gravidade. Há a possibilidade de pessoas próximas de nós (que até esteja nos ensinando) estarem afastadas da fé em seu interior, mesmo que por fora a aparência seja de estarem bem espiritualmente. Com isso sorrateiramente espalha-se engano após engano e por fim gera-se uma multidão pautada no espírito do homem mas não no Espírito da Verdade.

O cristianismo sofre um descrédito nunca antes visto devido a tantas palhaçadas e distorções em Nome de Deus. Cristãos acreditando mais nas palavras dos homens do que na Palavra do Senhor.

Nossa atenção deve estar PRIMEIRAMENTE contra a apostasia interna (em nosso meio congregacional); não para julgarmos as pessoas, mas para que nosso caráter não seja moldado pelo pensamento comum de um grupo. Nem sempre o pensamento ou ensinamento da maioria está correto.

Não cai, porém, na lábia do espírito enganador (espírito com letra minúscula significa o espírito do homem) aquele que está firmado no Espírito de Deus, no Espírito da Verdade, no Espírito da Palavra!!!

Estude as Escrituras e seja vacinado contra os enganos deste século - enganos de homens com mentes tão cauterizadas que não se deixam mais serem instruídos no Evangelho e criam seus próprios ensinos...

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Siga nossa página no IG!

Se você nos seguia no Facebook, siga-nos no Instagram @diantedoreinobr - ou clicando aqui.

Salientamos que nossa página no Face foi descontinuada. Com relação a redes sociais estaremos trabalhando apenas com o Instagram. Se quiser receber nossas mensagens diárias é só procurar nosso perfil por lá.

Este blog, juntamente com a web-rádio, continuam firmes e fortes.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Amigo de Deus ou do mundo?

Imagem relacionada"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus". (Tiago 4:4)

A grande e triste verdade é que existem muitos dispersos na atualidade que mantém toda uma aparência de servidão à Jesus mas os seus laços de amizade com os atrativos e conceitos deturpados deste mundo já denunciam um sonoro e triste distanciamento de Deus. Uma questão séria que se não for corrigida em tempo pode incidir em consequências espirituais gravíssimas.

Se possível releia o verso bíblico e reflita mais profundamente. Adultério significa quebra de fidelidade. E quando mantemos uma amizade (relacionamento) com Deus um dos requisitos básicos desta relação espiritual é o nosso afastamento de tudo neste mundo que possa comprometer nossa fé. O tempo vai passando e infelizmente muitos amigos de Deus vão se esquecendo do compromisso, e passam a se render ao canto da sereia, às ilusões do mundo.

Essa, claro, não é uma mensagem de julgamento. Mas de alerta! Reflita e se paute na Palavra e nos planos de Deus pra sua vida.

Segue uma dica valiosa, espiritual e prática aos que estão dormindo o sono da morte; e também aos que estão acordados (para que acordem mais ainda):

"Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo (dupla personalidade, dupla fé ou duplo comportamento), purificai os corações." (Tiago 4:7-8)

Muitos cristãos até torcem a boca ao se deparar com os versos a seguir (por ignorância acham pessimistas demais) mas o real significado deles é que saiamos do oba-oba e das falsas alegrias de uma vida espiritual de fachada, que sintamos nossas misérias (que tenhamos a mínima noção de nossas falsidades, erros, desvios e de tudo que nos afasta de Deus) e que nos convertamos de fato e de verdade:

"Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará." (Tiago 4:9-10)

Deus abençoe sua vida e lembre-se, amigo(a): buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e as demais coisas lhe serão acrescentadas (MT 6:33).

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Em tempos de guerra...

Já diz uma música que "em tempos de guerra, nunca pare de lutar". E é verdade!

Davi mesmo sendo de Deus resolveu se afastar da guerra quando deveria enfrentá-la e acabou passando pela pior fase de sua vida (2 Samuel 11).

Não fuja das batalhas. Enfrente-as com fé e com a sabedoria do Senhor.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Saia da teoria e mergulhe na prática

Resultado de imagem para mergulhadoMuito mais do que meramente saber na Palavra de Deus ou por meio dos Seus servos como nós devemos agir para agradarmos ao Senhor, é colocar em PRATICA cotidiana tudo aquilo que se chega a nós.

"Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais." 1 Tessalonicenses 4:1

Não colocar em prática as coisas que o Espírito Santo nos pede para fazer é desprezar uma vida espiritual de vitória e avanço e entrar num caminho de amargura e desilusão. E talvez seja por isso a quantidade de cristãos amargurados e frustrados nas igrejas. Gostam de ouvir, mas não gostam tanto de praticar tudo aquilo que ouvem. Muitas vezes gostam de ouvir sobre a ética, mas fora das igrejas e nos bastidores agem como se nem fossem cristãos.

É bem verdade que avançar na prática da Palavra de Deus não é tarefa fácil. Mas o sacrifício de suprimir nossa carne para agradar ao Espírito Santo nos aproximará mais d'Ele, moldará nossa alma e nosso caráter - e nos trará resultados espirituais indizíveis aqui e no porvir - não por nós mesmos mas pela Graça do nosso Senhor Jesus.

Que possamos nos policiar; sairmos da superficialidade da teoria, imitarmos os bons exmplos e mergulharmos na profundidade da prática da fé e dos preceitos da Palavra de Deus.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Deus ou Mamom?

Resultado de imagem para Mamom"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom." Mateus 6:24

Em tempo de crise financeira generalizada essas palavras do próprio Senhor Jesus registradas por Mateus deve nos levar a uma séria reflexão. Na Bíblia Mamom é uma personificação ou divindade que representa o dinheiro e a cobiça material, que de tão excessiva, acaba tomando o lugar de Deus na vida das pessoas, muitas vezes sem que elas percebam.

Num cenário tão caótico de escassez e desemprego (não somente no Brasil mas também em outras nações) é natural que pensemos em vencer, sobressair, nos manter, sobreviver e conquistar uma vida de independência - não há NADA de errado nisso. Mas essa busca precisa ter seu pleno equilíbrio ou então estaremos correndo o sério risco de estarmos desprezando a Deus e fazendo do dinheiro e dos bens materiais nosso senhor.

Não foram os bens, emprego, carro, roupa, dinheiro ou qualquer outra posse nesta terra que deram a vida em nosso resgate, nos dando possibilidade e chance de redenção.

Nada pode ou deve estar acima da presença de Deus em nossa vida - nem mesmo as inquietudes.

"Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." Mateus 6:31-33

Não deixe nem a crise, nem a prosperidade, roubarem o brilho de sua comunhão no Senhor.

Lute pelos seus objetivos - mas confie e priorize O Bem Maior.

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Teologia da prosperidade: Um detalhe sobre o evangelho da barganha...

Resultado de imagem para teologia da prosperidade"E vieram a Jerusalém; e Jesus, entrando no templo, começou a expulsar os que VENDIAM e COMPRAVAM no templo; e derrubou as mesas dos cambiadores e as cadeiras dos que vendiam pombas. E não consentia que alguém levasse algum vaso pelo templo. E os ensinava, dizendo: Não está escrito: A minha casa será chamada, por todas as nações, casa de oração? Mas vós a tendes feito covil de ladrões." Marcos 11:15-17

O comércio da fé tira o sagrado e institui o negócio. Tira o santo e puro e coloca a válvula do interesse, da troca, do escambo. Tira o espiritual e entroniza o humanismo. Tira a explanação clara e sincera das Escrituras em prol do exclusivo (e muitas vezes indisfarçável) interesse na lã das ovelhas.

Uma coisa precisa ficar bem clara: não faz parte do comércio apenas os grandes comerciantes (igrejas e pregadores), mas também seus clientes (fiéis). Quem compra (quem coaduna e concorda) também participa do sistema e o alimenta como uma pirâmide financeira. Infelizmente é isso!

Se não houvesse quem a alimentasse, o LIXO da teologia da prosperidade não existiria! Como tem MUITA gente que a sustenta... A coisa não acabará enquanto o povo não abrir os olhos se voltando à Palavra ou até que Jesus volte a esta terra e acabe com tudo de uma vez por todas.

Jesus não advertiu e expulsou com chicotes apenas os comerciantes do templo mas também os FREGUESES

Acredite na PROSPERIDADE DA TEOLOGIA (DA PALAVRA). Não acredite na deturpação da TEOLOGIA DA PROSPERIDADE. É uma nova teologia que usa e altera a Bíblia para sustentar uma visão distorcida, humana, exagerada, diabólica e empresarial.

Repare: 0,01% dos fiéis destas comunidades prosperam enquanto 99,9% não alcançam todas as bonanças prometidas em troca de trízimo (dízimo triplicado), ofertas, entrega de escrituras, terrenos, casas e carros à igreja, além de outros propósitos de valores exorbitantes. É só observar também que a quantidade de pessoas mais abençoadas materialmente estão justamente nas igrejas históricas e tradicionais - isso porque comumente o interesse está em Cristo e as coisas materiais são vistas como consequência de uma vida de esforço e dedicação - e não como uma corrida de quem dá mais para a igreja!

Cuidado com o que você tem se alimentado, com o que tem "comprado". Não seja cúmplice das más obras. Não faça parte do evangelho da barganha. Essa ala está em pé de igualdade com a classe política corrupta: distantes de Deus e imerecedores de credibilidade.