segunda-feira, 17 de outubro de 2016

A deformação da malandragem

Só o fato de o diabo ter sido malandro, sendo isso o motivo de sua corrupção e expulsão do reino de Deus lá atrás, já deveria causar em nós profunda repulsa a aplicação da mesma prática na condução de nossa vida.

“O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.” Provérbios 4:19

É grave: quando agimos na malandragem nos igualamos perfeitamente a ele - ao diabo. Nos submergimos no mar das trevas de um modo tão intenso e muitas vezes tão anestesiados pelo mal, que acabamos perdendo a percepção do quão afundados estamos.

Na vida pessoal, o malandro faz tudo na intenção da obtenção de benefícios. Para ele não importa se os meios serão ilícitos. O que paira na mente das pessoas malandras é que os fins justificam os meios. Elas se mantém firmes na filosofia que prega: “não importa o que se faça, importa o alcance da meta”. Na vida espiritual, elas diabolicamente pensam que “para Deus vale até fazer gol contra” - agem como ímpias, falam como ímpias, vivem como ímpias. Mas mantém uma fina casca de religiosidade...

Elas podem até mesmo congregarem nas igrejas, dizerem ter fé, possuírem até cargos e funções na Obra do Senhor. Mas nada disso as livrará do que as aguarda: o inferno. Lúcifer também possuía seu cargo e sua posição na Obra do Senhor.

A doença chamada malandragem chega ao seu estado terminal quando a praticamos conscientemente e enganosamente achamos que estamos na Santa presença do Altíssimo.

Quando somos malandros e achamos que estamos na presença do Senhor, estamos chamando de malandro o próprio Deus de Israel!

A única cura é a busca sincera por misericórdia a Deus mediante o Senhor Jesus Cristo. A busca pela troca de caráter. A troca de um caráter podre e corrupto, por um novo caráter dado pelo Criador. Um caráter tal, que nos faça caminhar em justiça, nas Santas veredas.

Durante a transição de caminho, é bem provável que a voz do diabo soe na mente assoprando imerecimento e impossibilidade de mudança. Mas permaneça em Cristo, cujo precioso Sangue derramado na Cruz justifica aos que O buscam.

A verdade é que a mudança talvez não ocorra do dia para a noite, mas será um processo duro cujo resultado final dependerá apenas do que se analisa, confessa, deixa o erro e persevera até alcançar “o dia perfeito” dito nas Santas Escrituras.

A bíblia fala sobre os que buscam caminhar sobre o reflexo da Luz divina:

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.” Provérbios 4:18

Busque ajuda desta Luz e aparte-se da malandragem. Que tem anestesiado, deformado vidas e levado muitos a perdição eterna.

Para o diabo não teve jeito!!! Mas existe chance para você, se você crê, deixar o orgulho e usar a fé!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...