segunda-feira, 25 de julho de 2016

O evangelho segundo cada um

Infelizmente, alguns têm adotado como esporte favorito, a prática de pisar naqueles que já estão caídos e que precisam, portanto, de uma mão que não jogue pedras - mas que levante, incentive, ajude.

Jesus foi a favor dos doentes e desvalidos. O Seu olhar sobre os tais era de compaixão, ânimo e de transformação. Ele era com aqueles tidos por escória na sociedade. No entanto, muitos dos que se dizem seguidores do Mestre desprezam Seus exemplos causando um verdadeiro desserviço ao Evangelho.

Nos últimos tempos temos visto e infelizmente muitas vezes vivido (sem perceber) um "evangelho" extremamente individualista e que se alastra como peste. É o "evangelho segundo cada um", baseado na exaltação de si mesmo, na palavra do homem e não de Deus, e no juízo sobre o semelhante em detrimento do acolhimento e misericórdia aos que se encontram debilitados, feridos, perdidos e sem rumo.

Como satisfação demoníaca para o ego, há aqueles que no seu íntimo apreciam a situação de desgraça dos outros usando tais situações como mera e mesquinha pauta comparativa entre a própria vida e a vida do que sofre. Quando chegamos a este ponto, a realidade nua e crua é que estamos numa desgraça mais profunda do que aqueles para os quais nossos dedos apontam.

Ficamos tristes ao constatar que os valores fundamentais da fé cristã já se encontram praticamente em extinção. Ao mesmo tempo em que ficamos felizes por saber que todos esses acontecimentos já eram previstos na Palavra do Senhor – que cada vez mais se cumpre, abreviando a Sua Volta.

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará."
Mateus 24:12
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...